Bóris e seu incrível guarda roupa colorido!

Novidades por aqui, criei um kit de um lobo e seu fabuloso guarda roupa colorido. Bóris é um lobo e em busca de sua cor perfeita, passeando por aí ele cria diversos looks até decidir qual é sua cor de lobo perfeita. É um kit para contar histórias com a ajuda das crianças, contendo um lobo de feltro marrom e 7 roupas caracterizadas. Acompanha a história impressa que surge neste sentido apenas como um guia para orientação. É uma história livre 🙂 Aproveite, estamos com frete grátis neste produto!

http://ciadasmaos-gramado.com.br/brinquedos-ludicos/kits-para-contar-historias/kits-lobo-historias/

O fabuloso guarda roupa de Boris, o lobo colorido.
Kit para contação de histórias, contendo um lobo em feltro e sete roupas distintas + a história principal.

http://ciadasmaos-gramado.com.br/brinquedos-ludicos/kits-para-contar-historias/kits-lobo-historias/

 

Anúncios

Brincar é o trabalho da infância!

“Brincar é frequentemente falado como se fosse um alívio do aprendizado sério. Mas, para as crianças, brincar é um aprendizado sério. Brincar é realmente o trabalho da infância.”  Fred Rogers

Então se você pode, inclua tempo de qualidade junto a uma criança, conte histórias, brinque, escute-a, elas têm tanto para contar! Nunca em toda a humanidade, tivemos índices tão altos de crianças com desvios psicológicos, sufocadas em tantos estímulos, responsabilidades e afazeres, é tempo de repensar, enquanto ainda há tempo!

fantoches feltro banner

A reciclagem de materiais e os bonecos, papel social?

Iniciativa bacana, uma parada/cortejo, com fantasias/bonecos feitos em papelão, oriundo de grandes embalagens que seriam descartadas! Como juntar meio ambiente, responsabilidade social, engajamento da comunidade e a alegria dos bonecos? Aqui tem mais https://glasstire.com/2019/09/13/just-in-time-for-halloween-houstons-cardboard-art-parade/

Cardboard-puppet-heads-earth-day-via-eart-day-2017-pintrest-1

Save your Amazon boxes and brush up on Wayne White — it’s time to get ready for Houston’s 2019 Cardboard Art Parade. Promoted by Houston experimental art and music space Super Happy Fun Land and arts promotion organization southmorehouse presents, the parade is set for Tuesday, October 29th from 7:00-10:00 PM. Organizers want you to bring your craziest creations in cardboard for the evening parade. Not to be confused with the Houston Art Car Parade, the online event details that you can decorate your “car, bike, (or) shopping cart,” and encourages lighting up your cardboard creation since the event is in the evening. For inspiration, you can read up on “Sumfest ‘82” which is described in Pete Gershon’s book Collision: The Contemporary Art Scene in Houston, 1972-1985. 

Cardboard-art-parade-new-orleans

Super Happy Fun Land is an event venue for experimental jazz, electronic music, documentary screenings, and outsider art located on Polk Street in Houston, Texas. Southmorehouse presents is a Houston arts promotion organization that puts on events like “Playa Pity Parties” for people who didn’t/can’t/don’t want to attend Burning Man. 

You can keep up with event updates through the Cardboard Art Parade Facebook event page. 

E Maio passou batido!

Tento uma certa frequência impossível de postagens no meu pequeno blog, mas nem sempre, obtenho bons resultados. Consegui antenas, muitas, de todas as cores, para colocar nas snoofas e elas ficaram muito graciosas, mais curiosas, mais engraçadas. Snoofas tem feito sucesso por aqui e as mãos pequeninas se encantam. Seguimos, por um junho com postagens mais frequentes 🙂

boneco_de_luva_snoofa

Loja virtual www.ciadasmaos-gramado.com.br

Loja física: Atelier Cia das Mãos, em Gramado-RS. Whats 54981289627

 

Criaturas imaginárias não rotuladas

Fantoches Criaturas Imaginárias

Absolutamente tudo é rotulado. Acho que não existe algo nessa vida que irrite mais um vivente, do que encontrar algo sem rótulo. O que é isso, pergunta alguém… É um boneco, é um fantoche. Aham. Mas que bicho é esse? Não é bicho, é um ser imaginário, é o que você quiser. Aham. Mas parece uma ave. Talvez. Mas é um pássaro? Não. É apenas uma criatura imaginária. Tá feito o carreto do estrago.

Alguma coisa também pode ser alguma coisa, apenas, sem ser coisa alguma definida. Tudo nessa vida é rotulado e parece que a ordem natural das coisas vai desandar se um rótulo não utilizar. Penso, logo existo, e se existo preciso, de um rótulo.

Tecido de estofaria, grosso, armado, colorido, bonito. Destino incerto, restante, metros e metros… Bolsa, cadeira, o que for… Resto. Reuso. Reutilizar. Reduzir. Boneco virei. Aquilo que não tinha mais destino certo, boneco feliz virou.

Essa tem sido minha principal meta hoje em dia, criar brinquedos seguros, que de alguma forma permitam o reuso, o pensar consciente, que tragam uma interação humana junto. Uma lembrança. Uma história. Quem sou eu? Sou o que você quiser.

Fantoches Criaturas Imaginárias

As Lagartas e o Coelho da Páscoa

Historinhas de Páscoa, A Lagarta e o Coelho da Páscoa, na temporada de Páscoa, em Canela!
Historinhas de Páscoa, A Lagarta e o Coelho da Páscoa, na temporada de Páscoa, em Canela!

Mais uma caixa de teatro lambe lambe sendo finalizada. É a terceira geração de caixas, no nosso grupo de teatro o Olho Mágico. Uma coisa que começou como brincadeira, ficou séria e virou em parte, fonte de sobrevivência.

Dona Lagarta precisa descansar, o Coelho da Páscoa, tem muitos afazeres e a incomoda a todo o tempo, pedindo ajuda. Diálogos para reflexão surgem nesses encontros. O que é tempo, prioridade, destino?

Se estiver passeando por aqui, venha nos prestigiar, todos os sábados e domingos, as 10:30 e 14:30hs, na praça João Correia, em Canela!

Feira Feito em Gramado

e você estiver passeando em Gramado nesta época, poderá visitar nosso stand na feira Feito em Gramado! De 01-19 de maio! É uma feira paralela, que acontece no pavilhão de exposições da -idade, do ladinho da Festa da Colônia, uma festa alegre, genuína e muito querida por todos os daqui da nossa região. Comida simples e deliciosa, música de bandinha, artigos coloniais. Bacana mesmo, vale o passeio ❤

Estaremos todos lá, estou trabalhando com a intenção de levar todo o meu estoque completinho, o que digamos, será um milagre, até agora, não aconteceu!! Mas se você quiser olhar pelo site, fique à vontade, todos os fantoches, de todos os jeitos e possibilidades, estão por lá também, sob encomenda. Espia aqui www.ciadasmaos-gramado.com.br  Vejo vocês por lá! Talvez!

Snoofs

Novidade por aqui, Snoofs são bonecos de luva, ou seja, de colocar a mão, tamanho mão adulta, com boca articulada, confeccionados em pelúcia, o que dá um outro aspecto ao boneco. Eles são fofos, meigos e engraçados. O molde peguei no site de Adam  Kreutinger, um bonequeiro americano. Cada um então customiza como achar melhor. Ainda em fase de testes, mas já muito bem aceitos, em breve invadirão a minha vida com força total 🙂

Muitas pessoas acham que brincar com um boneco é algo bobo ou sem sentido, que já cresceram, que são adultos e o tempo de infância ficou para trás. Muito pelo contrário. Brincar e se divertir ainda é uma das melhores partes da vida. Interagir com pessoas é trocar energias, é aliviar o stress, é rir até relaxar. Nem tudo na vida precisa ser tão sério não é mesmo?

Experimente um Snoof, apaixone-se por um Snoof! Conte uma história, ganhe sorrisos! A vida pode ser bela. Os Snoofs também são feitos com materiais de reuso, materiais que lá atrás foram rejeitados ou sobraram na grade de produções de confecções e sapateiras e que agora ganham uma nova chance de se transformar em algo com boa energia!

Mais informações? www.ciadasmaos-gramado.com.br

Dia de sol, festa de luz!

E as meninas estão ficando prontas. Nova coleção de fantoches, cabeludas, coloridas, alegres. Depois de uma semana de chuvas, conseguimos fotos bonitas no fim da tarde ensolarada.

Fantoches de pano, com cabeça estruturada, cabelos de lã acrílica! Vestem bem numa mão adulta (não é para mão de criança).

Se quiser encomendar o seu, me chama pelo whats 54981289627, podemos enviar para qualquer local do Brasil através dos correios.  Ao todo serão 14 novos fantoches, posso enviar fotos.

Fantoches de tecido, meninas, cabeludas, coloridas e alegres. Para contar histórias e teatro de bonecos. Pronta Entrega para envio imediato, chamar via whats.
Fantoches de tecido, meninas, cabeludas, coloridas e alegres. Para contar histórias e teatro de bonecos. Pronta Entrega para envio imediato, chamar via whats.

Fantoches | Meninas

Estou finalizando mais um combo de meninas, fantoches, para brincar! As meninas fantoches me acompanham há muitos anos e de tempos em tempos, reponho o estoque. São mais trabalhosas, possuem mais detalhes, mas também são bem mais charmosas.

Gosto muito do que faço e faço elas com todo carinho. Gosto dos sorrisos quando eles surgem, da criançada que pega ou que vê quando as vestimos para dar “vida” .

Fantoches meninas, edição 2019 sendo finalizada. elas são muito especiais, requerem paciência e tempo, mas o resultado final é sempre gratificante! Preserva suas memórias, você já contou uma história hoje?
Fantoches meninas, edição 2019 sendo finalizada. elas são muito especiais, requerem paciência e tempo, mas o resultado final é sempre gratificante! Preserva suas memórias, você já contou uma história hoje?

https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/fantoche-meninas/fantoche-menina/

Sr Orelhas Compridas, presente!

Há muito tempo existia a vontade de fazer um coelho de pele, fofinho, ao qual eu chamaria de Sr Orelhas Compridas. Pois muito bem, deu tudo certo e ele já está na loja. Ele é grandão, um pouco maior (tanto na largura quanto no comprimento ) do que os outros fantoches, fofo e generoso!

Esse material é anti alérgico e não solta fiapos, ele é muito usado em forro de cobertas e casacos, na confecção em geral. É minha gente, em breve o frio tá chegando por aqui e vai ser a melhor coisa esquentar a mão dentro do Sr Orelhas Compridas! Esse material é  material de reuso, material limpo que sobra nas confecções, e em tese, iria para o lixo. E minha intenção aqui é criar um brinquedo, onde haja uma interação positiva, com a menor pegada ecológica possível. Assim vão surgindo os meus brinquedos e fantoches.

Confeccionado em pele, mais um material de reuso, materiais em perfeito estado mas que sobram na indústria em grandes quantidades. Ou seja, ele vem do reuso, de reaproveitamente, para contar histórias e preservar memórias.
Confeccionado em pele, mais um material de reuso, materiais em perfeito estado mas que sobram na indústria em grandes quantidades. Ou seja, ele vem do reuso, de reaproveitamente, para contar histórias e preservar memórias.

Ele está disponível aqui nesse link, na minha loja virtual https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/fantoche-sr-coelho/

Enviamos para qualquer local do Brasil, através dos Correios e informamos o código de rastreamento, mas leve em consideração que há um prazo para entrega em cada região do país. Aqui eles estão em pronta entrega, então é vapt vupt, mando no dia seguinte.

Fantoche Quero Quero

O Quero Quero é um pássaro muito conhecido por aqui, ele vive tanto em áreas urbanas quanto no campo. Normalmente andam em duplas ou trios ou mesmo em bandos.

Territorialista, bravo, faz ninhos no chão, acusa quando estranhos se aproximam, defende seus ninhos dando vôos rasantes por cima de quem chega perto. Se chama quero quero e este também é seu grito de guerra. Existe a lenda do Quero, que conta sua história, lá no início do novo testamento, segue abaixo. Pássaro bonito e elegante, e por ser tão bravo, também bem respeitado.

O fantoche do pássaro Quero Quero também entrou na minha coleção Bichos da minha Serra, junto com o ouriço, bugio, gralha azul, charão e gambá. Cada um deles tem seu fantoche que o representa, dê uma olhada na página onde todos estão juntos https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/fantoche-colecao-bichos-da-serra-gaucha/ Ele tem em torno de 30cm de altura e 30cm de comprimento, um pouco maior que o tamanho A4 em função da envergadura de suas asas.

Todos temos a possibilidade de fomentar e estimular o conhecimento sobre nossos bichos, quem são, do que vivem, quais as curiosidades, aqui faço um pouco da minha parte, trazendo a história de cada um deles. Contando a história do bicho com o seu próprio fantoche. Você também pode fazer isso, sabia?

Acompanha um infográfico com suas características principais, alimentação e dados pertinentes á sua existência e sobrevivência.

A Lenda do Quero (http://www.lendas-gauchas.radar-rs.com.br/quero-quero.htm)

QueroQuando a Sagrada Família fugia para o Egito, com medo das espadas dos soldados do rei Herodes, muitas vezes precisou se
esconder no campo, quando os perseguidores chegavam perto.

Numa dessas vezes, Nossa Senhora, escondendo o Divino Piá, pediu a todos os bichos que fizessem silêncio, que não cantassem,
porque os soldados do rei podiam ouvir e dar fé.

Todos obedeceram prontamente, mas o Quero-quero, não: queria porque queria cantar. E dizia: Quero! Quero! Quero!

E tanto disse que foi amaldiçoado por Nossa Senhora: ficou querendo até hoje.

https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/fantoche-colecao-bichos-da-serra-gaucha/

O grito do Bugio

Aqui na serra é difícil encontrar alguém que não saiba o grito do bugio. Os bugios são macacos que vivem na regiões onde a mata ainda é bem preservada. Normalmente em bandos. Normalmente muito barulhentos. No ano passado, muitas macacos foram mortos em função do medo da população em relação à transmissão da febre amarela, o que é uma tremenda bobagem, o macaco é sentinela ele não transmite. Mas é complicado lidar com pessoas e principalmente com o medo.

Então o Bugio entrou na minha coleção de fantoches Bichos da minha Serra, onde trazer a boa intenção e atenção para ele, é de vital importância. É preciso ensinar as crianças, mostrar a importância do animal na cadeia alimentar e ecológica, apenas assim formaremos adultos com senso crítico equilibrado.

Se você quer participar desse projeto, nos ajude na divulgação, compre um fantoche, leve para a escola da sua filha (o), converse com a professora. Parecem passos de formiguinhas, mas juntos, podemos desenhar um caminho sólido e de resultados.

Contar histórias é preservar memórias, é falar sobre tudo, é sorrir para o futuro próximo!

https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/fantoche-colecao-bichos-da-serra-gaucha/

 

 

A gralha azul

Mais uma das aves do meu entorno, também participa da minha coleção bichos da minha serra.  Ave grande, com +/- 40 cm de altura, ela é o símbolo do estado do Paraná, ela ama fazer ninhos nas copas mais altas das araucárias, ninhos grandes com 50cm de largura. De outubro até fim de março elas estão pelos ninhos. Conforme o pinhão amadurece, elas começam a estocar comida, enterrando sementes no chão e em troncos abandonados, muitas vezes elas esquecem onde e com isso uma nova árvore nasce.

Hoje em dia se vê com preocupação sua sobrevivência a longo prazo, as florestas de araucárias foram reduzidas a 4% do tamanho original de muitos anos atrás. E o que vai acontecer? Apesar delas não dependerem exclusivamente das araucárias, apenas ser seu ambiente predileto.

Com isso ela virou um fantoche desta coleção, para conversar com as crianças dos nossos entornos, para formar um senso crítico mais amadurecido quando essa geração estiver em posição de tomar decisões. Apenas com muita informação, conhecimento, poderemos mudar um pouco o rumo das tragédias anunciadas.

O link dela na loja virtual é este aqui https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/fantoche-colecao-bichos-da-serra-gaucha/  e se você puder comprar um fantoche, conversar com uma criança, levar isso para uma sala de aula, será um pequeno passo, mas juntos formamos um caminho bacana.

Desta coleção participam o gambá, o ouriço, o macaco bugio, o quero quero, a gralha azul e também o papagaio charão!

Gambá, um dos bichos da serra!

De que serra? Qualquer uma! Gambá é um bichinho que aparece com frequência. Muitas vezes confundidos com o rato, ele apanha, é morto, mas existem muitas pessoas interessadas em propagar conhecimento à respeito deles, inclusive eu, com os meus fantoches. Gambá é um dos bichos que mais come carrapatos, você sabia? Ele não é agressivo, não transmite doenças, come os carrapatos, come frutas, mas leva uma fama!! Que dó!! Na época das ninhadas, as mamães andam com a prole toda pendurada das costas, estão pesadas e lentas, virando um alvo mais fácil ainda.

Acredito que para termos adultos mais conscientes é preciso ensinar as crianças, trazer essa realidade até elas, e mostrar fatos para que elas possam construir um interesse sobre o assunto. A preservação da nossa bicharada! Sim, começando pelo gambá.

Com o gambazinho, abrirei espaço para a coleção bichos da minha serra, com o gambá, o ouriço, o macaco bugio, os pássaros quero quero, a gralha azul e o papagaio charão, todos típicos da serra gaúcha, com histórias interessantes, fatos curiosos e podem sim, virar fantoches e difundir conhecimento. Esse trabalho não é patrocinado, é espontâneo, então se você quiser ajudar, compre um fantoche e converse com as crianças no seu entorno já será  de gigantesco valor! Se cada um der um passo, caminharemos juntos um caminho.

O link da loja virtual está aqui https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/fantoche-colecao-bichos-da-serra-gaucha/fantoche-gamba/

A grama mais verde é A QUE VOCÊ REGA

Muita gente me pergunta sobre os bonecos, ou fantoches, ou marionetes. Acham “questionável” trabalhar com isso, se tem ou não demanda, qual o sentido. Gente, tem um baita sentido. O fantoche não é apenas 2 pedaços de feltro tamanho A4. Ele é um boneco, ele representa alguma coisa, desde um conto de fadas, desde uma história pessoal, desde um bicho que precisa ser preservado, a representação do bem e do mal. Um fantoche tem um poder incrível de comunicação, ele tem linguagem e voz próprias. O que passa no nosso pensamento (de forma consciente ou inconsciente) pode ser uma história a ser contada.

Muito se fala de cultura, e o que vem a ser a tal cultura. Ela é um padrão? Ela tem forma definida? Ela é normatizada de alguma forma? Não, ela é livre, ela pertence às pessoas e suas formas de expressão. E quem é o fantoche na fila do pão?  Ele é uma ferramenta na propagação de qq forma cultural, ele canta, ele dança, ele entretêm, ele sofre, se alegra, enfim… ele é um boneco.

Então estes são os motivos que me fazem regar minha grama todos os dias, trazer um brinquedo de pano, um boneco, um fantoche, que participe de alguma forma de qualquer manifestação da nossa  cultura, da nossa família, do nosso dia a dia…

Não sei bem como você chegou aqui, mas fico feliz que chegou! Conheça um pouco mais do meu trabalho em www.ciadasmaos-gramado.com.br

Cia das Mãos - Brinquedos Lúdicos
Fantoches, fantoches de feltro, marionetes, brinquedos lúdicos.

Lagartos coloridos

Os lagartos cinzas também são chamados de Teiús. Aparecem no verão, saindo das moitas de vegetação no terreno. Assustadores, grandes, são inofensivos, querem se esquentar no calor do sol, adoram ovos crus e a gente acaba se acostumando com eles (meio que por força maior, pois matar não é uma opção)

Já os meus fantoches lagartos, são de feltro, coloridíssimos, eles tem uma boca articulável, que você movimenta com a pinça (dedo indicador + dedão). Uma vez vestidos na mão, eles cobrem tua mão, antebraço indo até o cotovelo. Apesar de inanimados, são super comunicativos e roubam a cena por onde passam.

Você quer conhecer minha linha de fantoches? https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/

Nessa linha de fantoches compridos, para animais rasteiros, tenho cobras, jacarés e lagartos. Todos eles em feltro, todos eles com uma intenção de aprender mais sobre o bicho em questão, envolvendo brincadeiras, o contar de histórias, a interação. Criança precisa brincar, interagir, trocar energias, por pra fora os nós emocionais que se formam e que sufocam. E o fantoche, é uma ótima ferramenta para isso.

Inanimados mas muito comunicativos, meus lagartos são fantoches de feltro com a boca articulada, eles roubam a cena por onde passam e a molecada se diverte com ele assustando as pessoas. Pura alegria e divertimento! https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/
Inanimados mas muito comunicativos, meus lagartos são fantoches de feltro com a boca articulada, eles roubam a cena por onde passam e a molecada se diverte com ele assustando as pessoas. Pura alegria e divertimento! https://ciadasmaos-gramado.com.br/teatro-de-bonecos/fantoche-de-brincar/

Quem nunca?

Leve o seu melhor amigo com você! Uma bolsinha em que no momento em que você vira as beiradas, descobre que ela é a toquinha mais aconchegante para seu amigo, com um colchão, um travesseiro e uma coberta. Para aqueles momentos em que a espera é longa e a paciência beira a inexistência.

Quem nunca se viu numa situação limitante? Quem nunca se cansou de esperar por um prato de comida no restaurante, pela viagem que para no meio do caminho pois há um acidente? O destino que não chega, trânsito… As esperas em consultórios aguardando a sua vez? Fala sério, a gente perde a paciência e a tolerância. Agora imagina a criança? Imagina aquele serzinho para o qual tudo é novidade, que não tem a menor noção do que é o tempo. Eu sei que hoje em dia, facinho facinho a gente larga um celular na mão deles e agradece por minutos de paz. A pergunta é, pode ser diferente?

Quando montei estas bolsinhas|casinhas, pensei nisso, no tempo para o qual não temos controle e definição. Essa bolsinha vai junto na tua bolsa, basta você dobrar as beiradas e chazan. Surge uma toquinha, com colchão, travesseiro, coberta, habitante. Tudo ali prontinho. E quando preciso for, basta colocar tudo de volta e fechar a bolsinha. Simples assim. Um brinquedo lúdico, com o qual a criança extravasa aquela energia, interage com o habitante do brinquedo e se diverte bastante.

O link para a loja virtual está aqui https://ciadasmaos-gramado.com.br/brinquedos-ludicos/casinha-do-coelho/    Enviamos para qualquer localidade no Brasil, mas preste atenção aos prazos, os correios não andam muito confiáveis, chegar, tudo chega, dificilmente perco um pacote, mas nem sempre, chega na data certa. Faz parte!

Mamãe Orelhuda e Papai Orelhas Compridas!

Coelhos, coelhinhos, bebês coelhos. Coelho é um bicho querido, muitos os têm como bicho de estimação. Em uma determinada páscoa, um restaurante em área rural criava  ou tinha coelhos. Eles viviam ali como os cavalos, carneiros, patos. As crianças brincavam com todos, eram mansos. A grande sensação daquele domingo de Páscoa seria observar os coelhos em seu grande espaço, suas casinhas, suas manobras, fazer carinhos. Mas São Pedro quis diferente, chovia, chovia muito, chovia aos cântaros. Os coelhos entraram, entraram dentro do restaurante, ficaram soltos, no meio do salão, o casal mais velho, Mamãe Orelhuda e Papai Orelhas Compridas fizeram a festa da criançada. Tinha bebê deitado no chão, engatinhando, os coelhos mansos ali olhavam aquela confusão, sem fazer ideia do que seria a tal Páscoa dos humanos. Uma harmonia entre os bichos e as crianças, respeito, paciência, tolerância. Tolerância dos adultos, tolerância das crianças. Tolerância do dono do estabelecimento em permitir que os bichanos entrassem por uma janela de tempo, sabendo que seria de fato, o grande diferencial além da chuva. Poucos entendem, poucos aceitariam, para os que estavam lá, valor foi agregado. Me lembro bem do fato, apesar de ter esquecido em que ano foi.

O que importa são as memórias, entendem? Eu conto isso para vocês, vocês vivem isso comigo, é minha memória. Quem conta histórias preserva memórias. O que suas crianças (afilhados, filhos, sobrinhos, netos, crianças em geral) lembram dos domingos de Páscoa que já viveram? Não interessa a qualidade do chocolate, interessa o viver, a emoção que estava incutida nas histórias e palavras.

Eles estão listados na loja virtual aqui https://ciadasmaos-gramado.com.br/brinquedos-ludicos/coelhinhos-de-pano/  ainda dá tempo de comprar e recebê-los até a Páscoa.  Se você tem alguma sugestão, entre em contato, será um prazer poder ajudar!

Dona Pinguina decidiu ir de havaiana ao baile!

Sr Pinguim optou por uma cartola, o bailinho da enseada está chegando e eles estão prontinhos para o bloco dos pinguins! www.ciadasmaos-gramado.com.br

Aqui a bicharada tá animada para os bailinhos imaginários! Que legal essa liberdade de criar! Sr Pinguim decidiu por uma cartola de poás, Dona Pinguina se encheu de flores e optou por ir de havaiana para o bailinho da enseada. Ela se acha TÃO charmosa!

Toda tropinha de pinguins está fantasiada para o bailinho da enseada. Venho conhecer a gente de pertinho! Tamanho 15x20cm. www.ciadasmaos-gramado.com.br
Toda tropinha de pinguins está fantasiada para o bailinho da enseada. Venho conhecer a gente de pertinho! Tamanho 15x20cm. http://www.ciadasmaos-gramado.com.br

Uma das autoras que mais me encanta com suas histórias de animais é Beatrix Potter https://pt.wikipedia.org/wiki/Beatrix_Potter). Em suas histórias, animais do bosque ganham vida e ação em ilustrações belíssimas.

Aqui surgirão vários bichinhos, os pinguins foram os primeiros. Acho que se podemos agregar valor, temos mais que a obrigação de fazê-lo e um sorriso espontâneo, já é um ótimo início.

Outra decisão de 2019 é iniciar um trabalho de conscientização animal. Quem são nossos bichinhos do entorno? Os tradicionais do meu quintal? O que você sabe a respeito deles? Não podemos mudar o mundo de imediato, mas podemos modificar o nosso olhar

Visite nossa loja, dê palpites, mande mensagem,  compartilhe. Juntos somos mais fortes 🙂  Visite nossa loja, www.ciadasmaos-gramado.com.br 

Existe criança chata?

Não acredito nisso! E me deixa triste escutar isso de pais ou tios que frequentam a loja, ahhh, fulaninho não brinca com esse tipo de coisa, ele é muito chato (ou ela). Não existe criança chata. Existe criança carente, precisando de atenção, doente, estressada, mas não exatamente chata. Acredito que adultos podem ser insuportáveis, muitas vezes. E estamos cansados, na maioria das vezes.

https://www.paporetolive.com/2019/02/nao-existe-crianca-dificil-dificil-e.html?m=domingo_24&fbclid=IwAR35-DSUJStEyG5NbrsCcqHVhoE908wL2uV0qZWNvlcR8B6ppN_JHOh0fhc

Tenho a loja física agora há 7 anos. Entram dezenas e dezenas de crianças, não vi uma sequer que não quisesse colocar a mão num fantoche, experimentar, fazer voz diferente e gracinhas mil.

Fantoches e dedoches atraem a atenção, pedem interação, contam histórias, criam ações de movimento. Adoro afirmar que quem conta uma história, preserva uma memória. O boneco fala sobre assuntos os mais diversos, no seu ritmo, no seu próprio tempo.

Da próxima vez que você achar uma criança chata, pense em quanto o mundo adulto é insuportável as vezes, para eles!

Boa leitura! Siga nosso perfil no instagram! Visite nossa loja em www.ciadasmaos-gramado.com.br 

Leve o seu melhor amigo com você! Uma bolsinha em que no momento em que você vira as beiradas, descobre que ela é a toquinha mais aconchegante para seu amigo, com um colchão, um travesseiro e uma coberta. Para aqueles momentos em que a espera é longa e a paciência beira a inexistência.
Leve o seu melhor amigo com você! Uma bolsinha em que no momento em que você vira as beiradas, descobre que ela é a toquinha mais aconchegante para seu amigo, com um colchão, um travesseiro e uma coberta. Para aqueles momentos em que a espera é longa e a paciência beira a inexistência.

Dedoches de feltro

Toda minha linha de fantoches de feltro, de bichos em geral, está sendo desenhada para dedoches de feltro. Os fantoches são tamanho mão adulta, e os dedoches, especificamente, para os dedos e mãos pequeninas,  das crianças.

Os primeiros foram os coelhinhos, já pensando na Páscoa, mas as raposas, sapos, dinossauros, pintinhos, papagaios já estão todos disponíveis tanto na loja física quanto online (www.ciadasmaos-gramado.com.br).

Você sabe contar histórias? Já experimentou? Contar histórias é preservar memórias. E o fantoche, ou dedoche, ou boneco de uma forma generalizada, é uma ferramenta e tanto nesse ofício. Não negligencie, não perca a oportunidade de interagir com uma criança, dê atenção, eles crescem tão rápido.

Tenho atualmente mais de 30 personagens e bichos e propostas de fantoches e dedoches em nossa loja, trabalho principalmente com feltro, ou peles, aproveitando materiais de reuso da indústria. É possível dar uma nova função e improvisar dezenas de brinquedos com todo esse material. Diminuir a pegada ecológica, os rastros e gerar sorrisos, tem sido um dos objetivos por aqui! Tem uma sugestão? Quer tirar uma dúvida? Me manda uma mensagem pelo whats 54981289627! Aqui à direita, tem nossas postagens no insta, segue a gente por lá para acompanhar!

 

 

A importância do brincar

A intenção não é colocar textão por aqui, mas apenas trazer assuntos para reflexão. O quanto acreditamos que ajudando uma criança a crescer, ter maturidade, impondo tarefas infinitas, estamos tolhendo o brincar? Impomos limites para tudo e todos, com a certeza de que estamos fazendo o adequado e nosso melhor. Mas crianças precisam de tempo, espaço, disponibilidade emocional (nossa), brinquedos. O primeiro setênio que vai dos 0-7 anos, é uma fase importantíssima, onde a criança passa por muitas descobertas, tanto mentalmente, quanto fisicamente. Ela se ergue, aprende a andar e se movimentar, emitir sons e falar, conhece o gosto dos alimentos, e tudo isso é recheado de muito tempo em conjunto, um tempo de qualidade, de aconchego, acolhimento.

Aqui a minha intenção é trazer brinquedos lúdicos, que estimulem o imaginário infantil, que proporcionem momentos de interação, de qualidade. “Vai brincar” é uma frase clichê, sem dúvidas, mas quem sabe, a gente pudesse brincar junto, se dar ao luxo de tirar esse tempo do nosso dia a dia tão acelerado, para ter um tempo de maior qualidade com eles. Aposte em brinquedos educativos, alternativos, artesanais. Esse primeiro setênio passa voando, quando percebemos, estão adolescentes e fazemos bem menos parte desse universo da definição do EU.

Uma bola, um fantoche, uma boneca, contar uma história, caminhar ao redor do quarteirão, ir a uma pracinha, jogo de tabuleiro, fazer massinha caseira, desenhar, são tantas e tantas possibilidades não é mesmo?

Silhuetas de crianças brincando
Silhuetas de crianças brincando Fonte https://www.123rf.com/photo_45045362_stock-vector-silhouettes-of-children-playing-outside-in-the-grass-and-trees.html

 

http://www.sab.org.br/portal/pedagogiawaldorf/369-principios-pedagogia-waldorf

https://educador.brasilescola.uol.com.br/comportamento/a-importancia-brincar.htm 

Bonecas de pano

Bonecas de pano

No mesmo estilo das fantoches meninas, estas são bonecas, com corpo definido, para brincar. Coloridas, leves, cabelos em lã acrílica, sem muita pretensão, elas ganham vida por aqui. Roupas e corpo em tecidos de algodão.

Elas têm em torno de 30-40cm de altura, é um bom tamanho para segurar pensando em termos de mãos pequeninas ainda. Se você tem alguma idéia específica, ou gostaria de uma boneca diferente, entre em contato pelo whats 54981289627, quem sabe podemos dar partida nesse teu projeto?

Acesse a minha loja virtual, veja o que está disponível por lá www.ciadasmaos-gramado.com.br 

 

Bonecas de pano, para brincar, para vestir, tirar a roupa, prender os cabelos, para interagir. No mesmo estilo das meninas fantoche, elas são recheadas com fibra siliconada, formando um corpinho definido. www.ciadasmaos-gramado.com.br
Bonecas de pano, para brincar, para vestir, tirar a roupa, prender os cabelos, para interagir. No mesmo estilo das meninas fantoche, elas são recheadas com fibra siliconada, formando um corpinho definido. www.ciadasmaos-gramado.com.br

Fantoches meninas

Fantoches Meninas

Fantoches tamanho mão adulta, também chamadas de boneco de luva, pois para dar vida ao boneco, você as “veste” com sua mão. O dedo indicador passa por trás da cabeça dando o movimento necessário, o dedo mindinho e dedão, dão vida aos braços e mãos.

Roupinhas em tecidos de algodão coloridas e cabelos em lã acrílica, sempre cores vivas e vibrantes. A novidade deste ano é que teremos meninOs e talvez bonecxs sem genero definido, saindo um pouco dessa dinastia do rosa e azul. Se a gente quer mudar alguma coisa, é preciso começar pelo seu entorno, não é mesmo?

Crianças podem e devem brincar, a infância passa muito rápido, principalmente o primeiro setênio que vai dos 0-7 anos. Experimente um fantoche, conte uma história, é um tempo riquíssimo de troca e conteúdo!

Nosso site é o www.ciadasmaos-gramado.com.br e você pode fazer encomendas ou tirar dúvidas pelo whats 54981289627, estamos em Gramado|RS e enviamos para qualquer local do Brasil via correios.

 

Pq pessoas gostam de coelhos, tanto?

Essa sempre foi uma pergunta sobre a qual gosto de pensar! Coelho é um bicho que tem boa saída o ano todo, e, principalmente, na Páscoa (por razões óbvias). Os gatos entram e sai de moda, as corujas já estiveram em alta, assim como por último, as lhamas. Mas os coelhos… sempre estão por aqui!

Terminei hoje uma remessa de coelhas que viraram marionetes de fio. Prontinhas e disponíveis na loja física, aqui em Gramado ou pelo site www.ciadasmaos-gramado.com.br

Marionete de fio é um boneco (qq boneco) que é ajustado através de fios à um avião (estrutura de madeira, tipo um T, normalmente a cabeça é ligada ao tronco do T e as mãos às laterais deste T), conforme você movimenta o avião, os fios se puxam e repuxam, dando movimento ao bonecos. Quanto mais fios, mais aprimorado o movimento sensível, fino, do boneco, no meu caso, são 3 fios, cabeça e “mãos”. O ideal é usar um fio de nylon, que fique invisível, mas como é um brinquedo lúdico, destinado à crianças, prefiro pensar que um fio de lã (que se enxerga bem mais) é mais adequado! Pronto, bem vindo ao mundo básico das marionetes 🙂

 

 

Marionete de fio | Elefantes

Bom dia,”ano novo vida nova” clichê batidão mas que faz sentido no primeiro dia do ano! Um brinde a 2019! Finalizei uma coleção de 6 elefantes coloridos, em marionetes de fio. Elas são fixas num T (avião) de madeira e possuem movimento mínimo, são elefantes dançarinos. Cabeça do elefante em feltro e corpinho em tecido de algodão.

Uma marionete simples, ajustada num T de madeira que chamamos de avião. Ela tem movimento mínimo, mas ele dança, e dança muito, pois o pano dá um toque de leveza ao conjunto. Marionetes de fio são uma alegria, apesar de simples!
Uma marionete simples, ajustada num T de madeira que chamamos de avião. Ela tem movimento mínimo, mas ele dança, e dança muito, pois o pano dá um toque de leveza ao conjunto. Marionetes de fio são uma alegria, apesar de simples!

Se você tem vontade de fazer a sua, dê uma espiada no Pinterest, ali você encontra diversos links explicativos, com um passo a passo detalhado. Mas se achar mais fácil, pode comprar as minhas! www.ciadasmaos-gramado.com.br pois muito em breve elas estarão inseridas na loja virtual. Enviamos para todo Brasil através dos correios!

Uma marionete simples, ajustada num T de madeira que chamamos de avião. Ela tem movimento mínimo, mas ele dança, e dança muito, pois o pano dá um toque de leveza ao conjunto. Marionetes de fio são uma alegria, apesar de simples!
Uma marionete simples, ajustada num T de madeira que chamamos de avião. Ela tem movimento mínimo, mas ele dança, e dança muito, pois o pano dá um toque de leveza ao conjunto. Marionetes de fio são uma alegria, apesar de simples!

Receita de porquinho para o ano novo!

Ainda dá tempo! Pegue um pedaço de feltro, desenhe o porquinho, costure, recorte, enfeite. Garantia de boas risadas, horas agradáveis, crianças felizes. Histórias para contar e para serem relembradas em alguns anos. Que tal criar uma tradição diferente? Aqui uma nova coleção de porquinhos está no varal do atelier, agradecendo por um ano de tantas mudanças e conquistas, de novidades positivas, de bonecos novos, da plasticidade de materiais diferenciados. Enxergar o que antes apenas se via. Faz sentido essa frase para você? Então se joga nos teus sonhos!

Fantoche porquinho para contar histórias. Este fantoche porquinho participa do quarteto dos 3 Porquinhos e o Lobo Mal. É um fantoche confeccionado em feltro e todos vestem o macacão enfeitado com bolinhas. Fantoches contam histórias e preservam memórias. Já comprou seu fantoche? Ahh, pode fazer também :)
Fantoche porquinho para contar histórias. Este fantoche porquinho participa do quarteto dos 3 Porquinhos e o Lobo Mal. É um fantoche confeccionado em feltro e todos vestem o macacão enfeitado com bolinhas. Fantoches contam histórias e preservam memórias. Já comprou seu fantoche? Ahh, pode fazer também 🙂

Desejamos à todos e todas boas entradas no ano de 2019, numa sociedade que anda muito complicada, excludente,  aflita e tensa. Que boas risadas persistam, se propaguem e vençam o mal humor a cada dia. Que a saúde brote por todos os nossos poros e o amor prevaleça, sempre! Feliz Ano Novo!