Criaturas imaginárias não rotuladas

Absolutamente tudo é rotulado. Acho que não existe algo nessa vida que irrite mais um vivente, do que encontrar algo sem rótulo. O que é isso, pergunta alguém… É um boneco, é um fantoche. Aham. Mas que bicho é esse? Não é bicho, é um ser imaginário, é o que você quiser. Aham. Mas parece uma ave. Talvez. Mas é um pássaro? Não. É apenas uma criatura imaginária. Tá feito o carreto do estrago.

Alguma coisa também pode ser alguma coisa, apenas, sem ser coisa alguma definida. Tudo nessa vida é rotulado e parece que a ordem natural das coisas vai desandar se um rótulo não utilizar. Penso, logo existo, e se existo preciso, de um rótulo.

Tecido de estofaria, grosso, armado, colorido, bonito. Destino incerto, restante, metros e metros… Bolsa, cadeira, o que for… Resto. Reuso. Reutilizar. Reduzir. Boneco virei. Aquilo que não tinha mais destino certo, boneco feliz virou.

Essa tem sido minha principal meta hoje em dia, criar brinquedos seguros, que de alguma forma permitam o reuso, o pensar consciente, que tragam uma interação humana junto. Uma lembrança. Uma história. Quem sou eu? Sou o que você quiser.

Fantoches Criaturas Imaginárias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s